Por ser uma das maiores superfícies num ambiente, o piso tem muita influência no resultado final de um projeto. Mesmo sendo neutro sem muita interferência na estética, ele influi na acústica, reflexão da luz e na manutenção dos ambientes. Na hora de escolher o piso mais adequado, devem-se levar em consideração vários fatores,  desde as características funcionais do espaço em questão, até os fatores estéticos, a integração com os demais ambientes, os outros acabamentos envolvidos, enfim é necessária uma analise global do projeto para essa escolha.

MATERIAIS E REVESTIMENTOS MAIS UTILIZADOS

TIJOLOS: Material resistente e de forte característica estética. Podem ser assentados de diferentes maneiras formando diferentes padrões.

CARPETE: É uma das melhores opções em termos de acústica. A melhor alternativa  para ambientes comerciais é o tipo BUCLÊ.

CONCRETO/CIMENTÍCIOS: Necessita de mão de obra especializada para evitar trincas e acabamento malfeito. É um piso frio, uniforme e duro, porém muito prático, podendo ser usado na maioria dos projetos comerciais. Para melhorar as características de acústica deve ser associado a materiais macios como tapetes e cortinas.

MÁRMORE E GRANITO: Fácil manutenção, porém com custo muito elevado. Podem ser muito escorregadios quando polidos e possuem acústica desfavorável.

GRANILITE: Muito usado nos anos 70. Bem resistente e frio, fácil manutenção, precisa de aplicação correta, caso contrário pode trincar.

CERÂMICA, PORCELANATO, PASTILHAS E MOSAICO  DE VIDRO: São os materiais mais utilizados, possuem inúmeras opções no mercado. Cuidado com o brilho, pois maior o brilho, maior a reflexão do som e da luz e mais escorregadio.

MADEIRA: Existe uma grande variedade no mercado, tábua larga, taco, parquê com diferentes acabamentos.  É elegante e em tons escuros cria um clima mais formal. Dependendo da forma como é instalado, suas linhas podem auxiliar a ampliar um ambiente.

LAMINADO: Piso de fácil instalação e a qualidade do produto é que ditará o resultado final. Pode também ser colado diretamente no contrapiso.

PISOS VINÍLICOS: Fáceis de aplicar e manter, possuem diversas texturas, espessuras e padrões. Podem durar até 15 anos se bem cuidados, mas móveis pesados podem riscá-los. Não servem para áreas molhadas. Alguns produtos podem ter características acústicas e antiderrapantes especiais bem como resistência a trafego pesado.

AÇO: Criam uma atmosfera contemporânea e  futurista, para ambientes high-tech.

Bem, espero que as informações tenham sido úteis e esclarecedoras!! No próximo post, falaremos sobre os revestimentos de PAREDES!!  Até lá!!


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *